Edição 227 - Densitometria Óssea como Método de Diagnóstico por imagem na Osteoporose em Indivíduos Idosos

Fernandes Silva, I. P.1

Paixão, Msc . A. P. S.
 

RESUMO

A osteoporose é uma doença osteometabólica, com redução progressiva da massa óssea como consequência de deterioração e desarranjo da microarquitetura do tecido ósseo. Está presente na população mundial e acomete de 13% a 18% das mulheres e de 3% a 6% dos homens, ambos acima de 50 anos. A consequência da osteoporose é a fratura, sendo que acima de 85% dos casos são causados por quedas. Dentre as técnicas para análise do tecido ósseo, uma muito utilizada atualmente e que focaremos neste estudo é a Densitometria Óssea (DEXA), por ser atualmente considerado o método padrão-ouro para a medida da densidade mineral óssea (DMO). Os resultados foram expressos em um quadro para verificar o que abordavam: tipo de estudo, quantidade de sujeito, o gênero, idade, local de acometimento ósseo, doenças correlacionadas e outras técnicas de imagem utilizadas. Conclui-se que a técnica empregada é um método acessível, não agressivo, não invasivo, sendo padrão-ouro no diagnóstico da osteoporose em idosos por medir a densidade mineral óssea e apresentar uma elevada taxa de detecção da disfunção, se comparada com outras técnicas de diagnóstico por imagem e, assim, proporcionar uma melhor qualidade de vida aos indivíduos idosos, um diagnóstico precoce e um bom prognóstico.


Palavras-Chave: Osteoporose, Idoso, Densitometria Óssea, Diagnóstico por Imagem.


SUMMARY


Osteoporosis is a bone-metabolic disease with progressive reduction of bone mass as a result of deterioration and breakdown of the microarchitecture of the bone tissue. It is present in the world’s population and affects 13% to 18% of women and 3% to 6% of men, both over 50 years. The consequence of osteoporosis is fracture of more than 85% of cases are caused by falls. Among the techniques for bone tissue analysis the most currently used and that this study will focus is Bone densitometry (DEXA), being currently regarded as the gold standard method for the measurement of bone mineral density (BMD). The results were expressed as a framework to check that addressed: study type, amount of subject, gender, age, place of bone involvement, associated diseases and other imaging techniques. It is concluded that the technique is an affordable method, non-aggressive, non-invasive, being the gold standard for diagnosing osteoporosis in the elderly to measure the bone mineral density and have a high dysfunction detection rate compared to other techniques of diagnostic imaging and thus provide a better quality of life for the elderly, an early diagnosis and a good prognosis.


Key Words: Osteoporosis, Aged, Bone Densitometry, Diagnostic Imaging.

Contato:
Islayne Ponce Fernandes Silva - islayne.ponce@outlook.com
Profa. Msc. Ana Paula S. Paixão - anabiofi o@gmail.com