Edição 217 - Estudo da Prevalência de Câncer do Colo do Útero e Infecções Genitais no Município de Caiapônia/GO

Oliveira, D. H.

Moura, K. K. V. O.

 

Resumo

O câncer de colo de útero é o terceiro tipo de câncer mais frequente entre as mulheres brasileiras. Entretanto, a evolução desse câncer é geralmente lenta, permitindo um grande potencial de cura por meio da prevenção que é realizada pelo teste de Papanicolaou. O presente trabalho objetivou avaliar a prevalência de câncer do colo do útero e infecções genitais em mulheres atendidas em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) do município de Caiapônia/GO, no período de 2008 a 2012. A população amostral foi constituída de 1.010 exames do colo do útero. A maioria das pacientes atendidas possuía idade no intervalo de 31 a 60 anos (65,6%). A microbiota que predominou foi a de Lactobacillus sp (43,4%). Dentre os agentes patogênicos, a Gardnerella vaginalis correspondeu a 36,5% dos casos, a Candida sp a 10,3% e Trichomonas vaginalis a 3,4%. As pré-lesões ou lesões foram: 1 (0,1%) caso de células escamosas atípicas de significado indeterminado, 5 (0,5%) lesão intraepitelial escamosa de baixo grau e 11 (1,1%) lesão intraepitelial escamosa de alto grau. A frequência de lesões no colo uterino evidencia a necessidade de uma maior atenção às atividades de prevenção, na tentativa de minimizar as taxas de morbimortalidade por esta patologia.

Palavras-Chave: Câncer do Colo do Útero, Esfregaço Vaginal, Prevenção.

 

Summary

Cancer of the cervix is the third most common type of cancer among Brazilian women. However, the evolution of this cancer is usually slow, allowing a great healing potential through prevention which is held by the Papanicolaou test. The present work was to evaluate the prevalence of cervical cancer and genital infections in women in a Basic Health Unit in the city of Caiapônia-GO, in the period 2008-2012. The sample population consisted of 1010 examinations of the cervix. Most patients had met the age range 31-60 years (65.6%). The microbiota that prevailed was that of Lactobacillus sp (43.4%). Among the pathogens, Gardnerella vaginalis accounted for 36.5% of cases, Candida sp to 10.3% and 3.4% Trichomonas vaginalis. The pre-injury or injury were: 1 (0.1%) cases of atypical squamous cells of undetermined significance, 5 (0.5%) squamous intraepithelial lesion of low grade and 11 (1.1%) squamous intraepithelial lesion high grade. The frequency of lesions in the cervix highlights the need for greater attention to prevention activities in an attempt to minimize the morbidity and mortality from this disease.

Key Words: Cancer of the Cervix, Vaginal Smear, Prevention.

 

Endereço para correspondência

Denis Henrique de Oliveira

e-mail: henri.dho@hotmail.com

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)