Edição 215 - Dosagem de Ácido Hipúrico em Trabalhadores de Postos de Combustíveis em Chapecó, Santa Catarina, Brasil

Fiorentin, K.

Teixeira, M. L.

 

 

Resumo

O tolueno é amplamente utilizado como solvente para óleos, borrachas, resinas, carvão, piche, diluente para tintas e vernizes, na indústria química como matéria-prima e iniciador na síntese de sacarina, trinitrotolueno, benzeno, poliuretano e outros; em colas, gasolina e agentes de limpeza. Sua larga utilização, assim como todos os solventes orgânicos, faz com que represente um risco aos trabalhadores. Desta forma, o objetivo deste trabalho é dosar os níveis de ácido hipúrico (AH) na urina de trabalhadores de postos de combustíveis na cidade de Chapecó/SC, verificando possíveis alterações renais pela dosagem de creatinina urinária. Para este estudo, foram coletadas 20 amostras de urina em 10 postos de combustíveis, sendo pesquisado um frentista e um não-frentista de cada posto. O AH urinário foi analisado por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência e a creatinina pelo método baseado na reação de Jaffé. Também foi aplicado um questionário aos trabalhadores participantes. A maioria das pessoas trabalham mais horas que o recomendado, não fazendo uso de equipamentos de proteção individual e informaram que os riscos ocupacionais são desconhecidos. Apesar desta condição inadequada de trabalho, nenhum trabalhador apresentou resultado acima do índice biológico máximo permitido para o AH (Norma Regulamentadora nº 7 - NR-7).

Palavras-Chave: Saúde dos Trabalhadores, Marcadores Biológicos, Bombas de Gasolina, Ácido Hipúrico.

 

Summary

Toluene is widely used as a solvent for oils, rubbers, resins, coal tar , thinners and varnishes; in the chemical industry as raw material in the synthesis of primer and saccharin, trinitrotoluene, benzene, polyurethane and others; glues , gasoline and cleaning agents. Its wide use as well as all organic solvents, causes pose a risk to workers. Thus, the aim of this work is to dose levels of hippuric acid (HA) in the urine of workers of gas stations in the city of Chapecó for possible renal changes by measurement of urinary creatinine. For this study 20 urine samples were collected at 10 gas stations being researched one attendant and non- attendant for each gas station. The urinary HA was analyzed by High Performance Liquid Chromatography and creatinine by the Jaffe reaction-based method. A questionnaire was also applied to participating employees. Most people work more hours than recommended, not making use of personal protective equipment and reported that occupational risks are unknown. Despite this inadequate working condition no worker showed results above the maximum allowed for the biological index HA (Norm 7).

Key Words: Occupational Health, Biological Markers, Filling Station, Hippuric Acid.

 

Endereço para correspondência

Prof. dr. Mário Lettieri Teixeira

e-mail: mario.lettieri@ifc-concordia.edu.br

 

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)