Edição 193- Iluminação Transdérmica: Validação de uma Nova Ferramenta para Reduzir os Erros Laboratoriais e Garantir a Segurança do Paciente

Lima-Oliveira, G.

Picheth, G.

 

Resumo

A fase pré-analítica concentra cerca de 70% dos erros associados ao laboratório de análises clínicas. Os procedimentos e as fontes de erros relacionados à coleta de sangue são pouco estudados e recebem dos gestores da qualidade frequentemente atenção inadequada. Este trabalho tem como objetivo avaliar e validar um sistema de iluminação transdérmica como uma ferramenta capaz de substituir o uso do torniquete e eliminar o impacto da estase venosa durante a coleta de sangue para exames laboratoriais. O transiluminador Venoscópio IV Plus® da Duan Internacional do Brasil foi selecionado para o estudo por apresentar baixo custo, ergonomia, facilidade de transporte, simplicidade operacional e assistência técnica local. Flebotomistas experientes (n=30) foram treinados para utilizar o sistema de iluminação transdérmica e monitorados durante 1.000 coletas. O tempo de adaptação dos flebotomistas ao novo sistema foi de aproximadamente uma semana e todas as intercorrências e não-conformidades nas coletas registradas não evidenciaram diferenças significativas quando comparadas a coleta a vácuo de rotina. A utilização de iluminação transdérmica apresenta uma alternativa eficaz para identificar o acesso venoso. O equipamento em estudo foi validado e seu uso na rotina recomendado pela eficácia e também por eliminar a necessidade do torniquete, cujo uso inadequado é uma importante e frequente fonte de erro laboratorial. Portanto, o sistema de iluminação transdérmica tem o potencial de minimizar importantes fontes de erros associadas à flebotomia e seu emprego apresenta vantagens quando comparado ao procedimento de coleta de sangue convencional.

 

Palavras-Chave: Iluminação Transdérmica, Coleta de Sangue, Gestão da Qualidade Laboratorial, Fase Pré-Analítica, Erros Laboratoriais, Validação, Estase Venosa.

 

 

Summary

The pre analytical phase is responsible for 70% of all errors in laboratory of clinical analyses. The procedures and source of errors relationship with blood collection are pour studied and not receive special attention from quality manager. The aim of this work is evaluate and validate a transilluminator system to replace the tourniquet use to eliminate the venous stasis impact during the blood diagnostic specimens collection. The transilluminator device Venoscopio IV Plus® from Duan Internacional do Brasil was selected for this study because: it present low cost, is ergonomic, is easy to transport, have simple operation and local technical assistance. Expert phlebotomists (N=30) was trained to use the transilluminator system and monitored during 1000 blood collection. The adaptation time of phlebotomists to the new system was approximately one week. All intercurrences and nonconformity during blood collection was registered. We did not evidence significant differences when compared to blood collection with routine vacuum system relationship patient safety. The use of transilluminator device presents an effective alternative to identify the venous access. The equipment in study was validated and the routine use is recommended by the efficiency and also eliminates the tourniquet use. Moreover, inappropriate tourniquet application time is an important and frequent source of laboratory error. Therefore, the transilluminator system has the potential to minimize important sources of error associated with phlebotomy and this system presents advantages when compared to the procedure of conventional blood collection.

 

Key Words: Transdermic Illumination, Blood Collection, Laboratory Quality Management, Pre Analytical Phase, Laboratory Errors, Validation, Venous Stasis.

 

Endereço para correspondência:

Prof. MsC. Gabriel Lima-Oliveira

Av. Pref. Lothário Meissner, 632 - Jardim Botânico

80210-170 - Curitiba/PR

e-mail: dr.g.lima.oliveira@gmail.com

 

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)