Notícias

ENSAIO B-R-A-H-M-S Procalcitonina (PCT)

Solução da Siemens Healthineers fornece auxílio na avaliação do risco de sepse grave e choque séptico

A detecção precoce e a intervenção clínica direcionada têm demonstrado grande relevância para obter os melhores resultados de pacientes com sepse. O ensaio B·R·A·H·M·S PCT da Siemens Healthineers fornece aos médicos e profissionais de saúde grande colaboração para a avaliação do risco de sepse grave e choque séptico na unidade de tratamento intensivo (UTI) e no departamento de emergência (DE)(¹). Em conjunto com outros achados laboratoriais e clínicos, o ensaio de PCT oferece informação vital sobre a gravidade da infecção bacteriana em pacientes com sepse, tanto na admissão quanto durante o tratamento. Além disso, o monitoramento da PCT ajuda no planejamento quanto à duração da antibioticoterapia e na descontinuação para pacientes com sepse, seja ela suspeita ou confirmada – reduzindo custos, otimizando os cuidados e como apoio para a correta administração dos antibióticos.

Benefícios do ensaio B·R·A·H·M·S PCT:

• Realização precoce do diagnóstico e a avaliação de risco para melhorar o prognóstico do paciente, incluindo a redução da morbidade e mortalidade, com alta sensibilidade e a habilidade de realizar decisões seguras em alguns minutos.
• Ganho de confiança no gerenciamento da antibioticoterapia por meio de um ensaio com ótima precisão no intervalo de medida.
• Fornecimento de resultados confiáveis por meio de uma tecnologia comprovada e que apresenta alta concordância com o ensaio B·R·A·H·M·S PCT sensitive KRYPTOR assay.

A sepse atinge mais de 30 milhões de pessoas no mundo e é responsável por mais de 8 milhões de mortes por ano, incluindo mais de 3 milhões somente em crianças. A mortalidade causada pela sepse aumenta 8% a cada hora de atraso no tratamento adequado. Cerca de 80% das mortes por sepse poderiam ser evitadas com o rápido diagnóstico e tratamento(²). Quando os segundos contam, resultados exatos podem fazer a diferença entre a vida e a morte.

Referências

1. MULLER, B. et al. Calcitonin precursors are reliable markers of sepsis in a medical intensive care unit. Critical Care Medicine, 2000;28(4):977-83.=
2. SINGER, M. et al. JAMA, 2016;315:801-10.

Contato:
Siemens Healthineers
www.healthcare.siemens.com.br

Digite aqui a sua pesquisa