Edição 184 - O Estresse Psicológico e sua Relação com Alguns Fatores de Risco para Doença Arterial Coronariana

Cantos, G. A.

Schütz, R.

Silva, C. M. da

Gazzola, J.

Hermes, E. M.

 

 

Resumo

Este trabalho teve por objetivo identificar o estresse psicológico em indivíduos pertencentes a uma comunidade universitária e correlacionar com alguns fatores de riscos clássicos para Doença Arterial Coronariana (DAC). Os dados clínicos e laboratoriais foram obtidos de 90 indivíduos de março de 2008 a dezembro de 2008. Os seguintes exames bioquímicos foram realizados: colesterol total (CT), HDL-colesterol (HDL-C), LDL-colesterol (LDL-C), triglicerídeos (TG), cálcio, magnésio e fósforo. Foi aplicado também um questionário para avaliar o estado de estresse. Diferentes Fatores de Riscos (FR) para DAC foram quantificados e correlacionados com estado de estresse. Dos indivíduos que participaram desta pesquisa 68% tinham problemas ou sofrimento decorrente do estresse, 38% tinham dislipidemia, 22% tinham hipertensão arterial, 2% eram tabagistas, 18% tinham diabetes mellitus e 10% eram obesos. O estado de estresse pode ser correlacionado com algumas variáveis bioquímicas e com alguns FR clássicos. Este estudo mostrou a importância dos FR convencionais para DAC e a associação do estresse psicológico como um fator adicional na avaliação desta doença.

 

Palavras-Chave: Doença Arterial Coronariana, Estresse Psicológico, Fatores de Risco.

 

Summary

This work had for objective to identify psychological stress in individuals pertaining to a university community and to correlate with some classical risk factors for coronary artery disease (CAD). The clinical and laboratory data were obtained of 90 individuals of March 2008 to December 2008. The following biochemical testes were performed total cholesterol (CT), HDL-cholesterol (HDL-C), LDL-cholesterol (LDL-C), triglycerides (TG), calcium, magnesium phosphorus. The participants also answered a questionnaire to evaluate the state of stress. Different risk factors (RF) for CAD were quantified and correlated with state of stress. From the individuals who participated of this research 68% had problems or suffering due o stress, 38% had dyslipidemia, 22% had hypertension, 2% were smokers, 18% had diabetes mellitus and 10% obeses. The state of stress can be correlated with some biochemical variables classical RF. This study showed the importance of conventional RF for CAD and the association of psychological stress as an additional factor in evaluating this disease.

 

Key Words: Coronary Artery Disease, Psychological Stress, Risk Factors.

 

Endereço para Correspondência:

Profª Geny Aparecida Cantos

Departamento de Análises Clínicas, Centro de Ciências

da Saúde, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Campus Universitário / Cx. Postal 476,

88040-900 - Florianópolis/SC

e-mail: geny@ccs.ufsc.br