Hospital 9 de Julho lança livro sobre alimentação para pacientes oncológicos

Em parceria com a chef Bel Coelho, o manual conta com receitas saudáveis e saborosas; Segundo especialista do H9J, 1/3 dos casos de morte por câncer estão associados a fatores nutricionais e a falta de práticas esportivas

 São Paulo, abril de 2018 - O Hospital 9 de Julho (H9J) lança no dia 12/4 o “Manual de Gastronomia Hospitalar no Câncer e TMO - Protocolos Interdisciplinares”, uma parceria do Dr. Celso Massumoto, onco-hematologista e coordenador da Unidade de Transplantes de Medula Óssea do H9J e a equipe de saúde multidisciplinar formada por fisioterapeutas, nutricionistas e médicos do esporte da instituição. O material conta ainda com a participação especial da chef Bel Coelho, com receitas personalizadas.

A relação entre câncer e alimentação já está comprovada: a obesidade está presente em 14% de todas as mortes por câncer em homens e 20% das mulheres. Além disso, o Dr. Massumoto explica que pacientes oncológicos costumam ter alterações nutricionais importantes, devido à falta de apetite pelo tratamento (quimioterapia, radioterapia ou imunoterapia).

Há ainda um terceiro fator que liga o câncer à alimentação: muitas vezes o paciente reclama da “comida de hospital” quando fica longos períodos internado. “Nossa ideia é mostrar como fazer um cardápio balanceado, que também seja atraente e saboroso” explica o médico. 

Para as receitas, foram convidados o chef de cozinha do hospital, Fabrício Campos e um dos principais nomes da gastronomia contemporânea brasileira, a chef Bel Coelho, que elaborou seis receitas para o cardápio, incluindo entradas frescas e saborosas.

O livro será lançado oficialmente no dia 12 de abril, às 12h, no Hospital 9 de Julho. Durante o lançamento, será servido um coquetel com algumas receitas do livro.

Sobre o Hospital 9 de Julho: fundado em 1955, em São Paulo, o Hospital 9 de Julho tornou-se referência em medicina de alta complexidade com destaque para as áreas de Neurologia, Oncologia, Onco-hematologia, Gastroenterologia, Ortopedia, Urologia e Trauma. Possui um Centro de Medicina Especializada com atendimento em mais de 50 especialidades e 13 Centros de Referência: Centro de Dor e Neurocirurgia Funcional; Rim e Diabetes; Cálculo Renal; Cardiologia; Oncologia; Gastroenterologia; Controle de Peso, Infusão, Medicina do Exercício e do Esporte; Reabilitação; Clínica da Mulher; Longevidade e de Doenças Inflamatórias Intestinais (CDII).

Com cerca de 2,5 mil colaboradores e quatro mil médicos cadastrados, o complexo hospitalar possui 410 leitos, sendo 91 leitos nas Unidades de Terapia Intensiva, Centro Cirúrgico com capacidade para até 22 cirurgias simultâneas, inclusive com duas salas híbridas (com equipamento de Hemodinâmica e Ressonância Magnética) e duas para robótica.