Edição 232 - Alcoolismo – elucidações gênicas e polimórficas

Kamila Talhia Rodrigues Vizin
Talytha Souza Nogueira Rodrigues
Ivanise Correia da Silva Mota

RESUMO

O álcool é um composto orgânico representado por um grupamento hidroxila (OH) ligado diretamente ao carbono, proveniente da fermentação de açúcares. É uma molécula simples que se move com facilidade através das membranas celulares. Quando ingerido em doses elevadas a longo prazo com frequências intermitentes, leva a um quadro de dependência conhecido como alcoolismo, podendo estar associado a diversas doenças e injúrias acidentais. Consumo exacerbado da substância pode estar aliado a uma condição orgânica individual condicionada aos genes que estão sujeito a sofrer determinados polimorfismos, tornando o indivíduo um alcoolista em potencial. O objetivo do trabalho é a realização de uma atualização dos possíveis interferentes gênicos capazes de desenvolver a susceptibilidade ao alcoolismo. Para isso, foi determinada uma busca por artigos que resultou de pesquisas em bases eletrônicas, livros e revistas especializadas, atualizando os principais genes ligados à dependência alcoólica e seus efeitos no organismo, relacionado- os a outras doenças. Neste estudo, confirmou- se a existência de genes envolvidos com a susceptibilidade ou mesmo resistência de cada indivíduo frente ao uso exacerbado da substância alcoólica promovendo o desenvolvimento de certas patologias.

PALAVRAS-CHAVE: Álcool, alcoolismo, dependência, genes, polimorfismo.

SUMMARY

Alcohol is an organic compound represented by a hydroxyl (OH) group directly attached to carbon, originating from the fermentation of sugars. It is a simple molecule that moves easily through cell membranes. When ingested in high doses in the long term with intermittent frequencies, it leads to a dependency known as alcoholism, and may be associated with several acidental illnesses and injuries. Exacerbated consumption of the substance may be associated with an individual organic condition conditioned to genes that are subject to certain polymorphisms, making the individual a potential alcoholic. The objective of the work is to perform an update of the possible genetic interferences capable of developing the susceptibility to alcoholism. For this, a search for articles was determined that resulted from searches in electronic bases, books and specialized magazines, seeking to update the main genes linked to alcohol dependence and its effects on the organismo related to other diseases. Concluding that there are genes involved in the susceptibility or even the resistance of each individual to the exacerbated use of the alcoholic substance promoting the development of certain pathologies.

KEYWORDS: Alcohol, alcoholism, dependency, genes, polymorphism.

Contato:
Ivanise Correia da Silv a Mota
e-mail: icivanise700@gmail.com