Edição 228 - Marcadores tumorais uma revisão até 2017

Paulo Cesar Naoum

Flávio Augusto Naoum

 

RESUMO

Marcadores tumorais são moléculas que indicam a presença de malignidades. São potencialmente úteis para detectar o câncer, auxiliar o diagnóstico, avaliar o prognóstico, predizer as condições clínicas como respostas ao tratamento e monitorar a evolução da doença. Devido à baixa prevalência da maioria dos cânceres na população em geral e do limitado grau de sensibilidade e especificidade dos marcadores disponíveis, sua importância como teste de detecção preventiva em pessoas aparentemente saudáveis tem pouco valor médico. Infelizmente, as primeiras publicações sobre os estudos de marcadores tumorais destacavam grandes promessas, mas estudos subsequentes realizados com os marcadores produzidos mostraram resultados contraditórios e alguns até inconclusivos. As informações que apresentamos neste artigo foram fundamentados em importantes e recentes publicações acadêmicas e educacionais. Os resultados obtidos dessa pesquisa bibliográfica possibilitou formatar um tipo de consulta para 44 marcadores tumorais e 45 marcadores de neoplasias hematológicas, permitindo acessá-los com rapidez e eficiência.

Palavras-Chave: marcadores tumorais, câncer, neoplasias hematológicas.

SUMMARY

Tumor markers are molecules that indicate the presence of malignancy. They are pontencially useful in cancer screening, aiding diagnosis, assessing prognosis, predicting in advance a likely response to therapy, and monitoring patients with diagnosed disease. Because of the low prevalence of most cancers in the general population and the limited sensitivity and specificity of available markers, these tests alone are generally of little value in screening for cancer in Healthy subjects. Unfortunatly, the first reported studies of tumor markers showed great promise, but subsequent studies on the same or related markers yield inconsistent conclusions on stand in direct contradiction to promising results. A variety of problems have been cited to explain these discrepancies, such as general methodologic diferences, poor study design, assays that are not standardized or lack reproducibility, and inappropriate on misleading statistical analyses that are often based on samples size to small to draw meaningful conclusions. The guidelines that we present in this article were built on early suggestions and on educational publications. The results of these prospective studies gave a new format to consult and use 44 tumor markers and 45 hematological neoplasia markers.


Key Words: tumor markers, cancer and hematological neoplasia.

Contato:

Prof. Dr. Paulo Cesar Naoum

a.c.t@terra.com.br