Edição 225 - Efeitos da temperatura de reperfusão cardíaca na produção sistêmica de citocinas durante a circulação extracorpórea

Capuano, V.

Paula, D. R. M.

 

RESUMO

A circulação extracorpórea (CEC) propicia o desenvolvimento da Síndrome da Resposta Inflamatória Sistêmica (SRIS), com liberação de citocinas responsáveis por várias manifestações clínicas e contribuindo com o aumento da morbidade pós-operatória. Hipótese: existem evidências que demonstram que a hipotermia induz o surgimento de diversos efeitos deletérios. Objetivo: analisar as alterações na produção sistêmica de citocinas de pacientes submetidos à cirurgia cardíaca com CEC sob normotermia (N) ou hipotermia (H). Amostras de sangue foram coletadas em diferentes tempos após início da cirurgia: T0, T1, T2, T3, T4 e o soro armazenado a -20ºC. As concentrações séricas de IL-6, IL-8 e IL-10 foram realizadas por ELISA. Resultados: houve aumento na produção de IL-6 e IL-8, de forma significativa em T3, comparada a T0, retornando a valores semelhantes ao mesmo em T4, nos dois grupos avaliados. Foi também detectado aumento nas concentrações séricas de IL-10 em T3, comparado a T0, nos dois grupos, porém, não estatisticamente significativo. Conclusão: o aumento das concentrações de citocinas pró-inflamatórias após a cirurgia demonstra o papel da CEC como agente de injúria, independentemente das condições de temperatura do organismo.

PALAVRAS-CHAVE: Circulação Extracorpórea, Síndrome da Resposta Inflamatória Sistêmica, Citocinas, Temperatura.


SUMMARY


Cardiopulmonary bypass (CPB) induces the development of systemic inflammatory response syndrome (SIRS), with release of cytokines responsible for many clinical manifestations and contributing to increased postoperative morbidity. Hypothesis: there is evidence to show that induce a hypothermic many deleterious effects. Objective: to analyze the changes in systemic cytokine production in patients undergoing cardiac surgery with CPB under normothermia (N) or hypothermia (H). Blood samples were collected at different times after the beginning of surgery: T0, T1, T2, T3, T4 and serum stored at -20ºC. Serum IL-6, IL-8 and IL-10 were performed by ELISA. Results: there was na increase in IL-6 and IL-8 significantly in T3 compared to T0, returning similar to the same values in T4 in both groups. It was also detected an increase in sérum concentrations of IL-10 in T3, compared to T0 in both groups, however, not statistically significant. Conclusion: increasing concentrations of proinflammatory cytokines after surgery shows the role of the CEC as injury agent, regardless of the temperature of the body.

KEY WORDS: Cardiopulmonary Bypass, Systemic Inflammatory Response Syndrome, Cytokines, Temperature.


Contato: Dra. Vanessa Capuano 
E-mail: vanessacapuano@uol.com.br