Edição 219 - Hipertensão Arterial em Familiares Submetidos ao Estresse Emocional Relacionado a Pacientes Usuários de Álcool e outras Drogas

Paula, D. R. M. 

Capuano, V.

 

Resumo

As doenças cardiovasculares têm aumentado nos últimos anos devido, principalmente, ao alto grau de estresse em que a população mundial se enquadra. O estresse, quando persistente e exagerado, pode ser danoso à saúde do indivíduo, agravando uma patologia já existente, ou facilitando o seu aparecimento. O estresse crônico contribui, de forma negativa, para o desenvolvimento de doenças como a Hipertensão Arterial (HA), levando ao aumento da pressão arterial e complicações cardiovasculares. O estresse psicológico, que leva à HA, é uma situação que pode ser minimizada, e até mesmo evitada, em casos de uso e abuso de álcool ou outras drogas. Existem poucos estudos sobre HA relacionada ao estresse emocional familiar e eficácia da terapia familiar. A Terapia Familiar (TF) diminui, ou em vários casos, evita o aparecimento da HA, desde que diagnosticado o indivíduo usuário de álcool ou outras drogas, e a família participe ativamente do processo de recuperação das causas que levam o indivíduo a utilizar tais substâncias. O sucesso da TF depende de o indivíduo aceitar que ele possui uma doença e seu comprometimento em acatar as orientações do seu terapeuta e da participação da família neste processo que se estende por toda a vida dos integrantes.

Palavras-Chave: Hipertensão Arterial, Estresse Emocional, Álcool, Terapia Familiar, Drogas.

 

Summary

Cardiovascular diseases have increased in recent years, mainly due to the high degree of stress in the world’s population falls. Stress, when persistent and exaggerated, can be harmful to one’s health, aggravating an existing condition, or facilitating their appearance. Chronic stress contributes negatively to the development of diseases such as high blood pressure (hypertension), leading to increased blood pressure and cardiovascular complications. Psychological stress, which leads to hypertension, is a situation that can be minimized and even avoided in cases of use and abuse of alcohol or other drugs. There are few studies on HA related to family emotional stress and effectiveness of family therapy. Family therapy (TF) decreases, or in many cases, prevent the onset of hypertension, since diagnosed the individual user of alcohol or other drugs, and since the family actively participate in the recovery process of the causes that lead the individual to use such substances. The success of TF depends on the individual to accept that he has a disease and its commitment to abide by the guidelines of your therapist and family participation in this process that extends throughout the life of the members.

Key Words: High Blood Pressure, Emotional Stress, Alcohol, Family Therapy, Drugs.

 

Endereço para correspondência

Prof.  Diógenes Rodrigo Maronezzi de Paula

e-mail: diogenesbiomedicinaunipac@outlook.com

 

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)