Edição 215 - Prevalência de Câncer em um Hospital Público da rede SUS de São Luís/MA

Pires, J. A. P.

Neto da Silva, M. A. C.

Vidal, F. C. B.

Bezerra, G. F. de B.

Brito, L. M. O.

Ribeiro, M. H. A.

Nascimento, A. C. B.

Rapôso Filho, A.

Silva, D. F.

Nascimento, M. do D. S. B.

 

Resumo

O objetivo do presente estudo foi descrever a prevalência das neoplasias malignas, dividindo-as de acordo com sexo e sítio de acometimento, de um Hospital Público da rede SUS. Foi realizado um estudo transversal, do tipo descritivo, que incluiu dados secundários de laudos histopatológicos, de pacientes com diagnóstico de câncer, emitidos pelo Serviço de Patologia do Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HUUFMA), entre os anos de 2000 e 2009. Foram excluídos do estudo paciente com câncer metastático e aqueles que o sítio primário era desconhecido. A amostra deste estudo foi de 2.536 pacientes com diagnóstico de câncer realizado pelo Serviço de Patologia do HUUFMA. O projeto foi encaminhado ao Comitê de Ética em Pesquisa do HUUFMA e aprovado com parecer nº 394/09. No estudo, foram analisados 1.354 homens (53,4%) e 1.182 mulheres (46,6%). Dentre os homens, os sítios primários mais prevalentes foram: próstata (n=310; 22,9%), pele (n=250; 18,5%), estômago (n=167; 12,3%), pulmão (n=94; 6,9%) e bexiga (n=87; 6,5%). Dentre as mulheres, os sítios primários mais prevalentes foram: pele (n=248; 21,0%), colo uterino (n=202; 17,0%), tireoide (n=92; 7,7%), cólon-retal (n=88; 7,4%) e estômago (n=76; 6,4%). Nesta casuística, destacam outros tumores malignos, incluindo-se o câncer de pênis. Os dados analisados permitiram quantificar os sítios de câncer primários mais comuns no HUUFMA, podendo, assim, contribuir para implementação de políticas públicas visando à programação de medidas nos diferentes níveis de atenção à saúde e melhoria da assistência de todos os pacientes assistidos pela rede de saúde municipal.

Palavras-Chave: Câncer, Epidemiologia, SUS, Estudos Transversais.

 

Summary

The aim of this study was to describe the prevalence of malignancies, dividing them according to sex and site of involvement in a public hospital network SUS. We conducted a cross-sectional study of type specification, which included secondary data from reports histopathological diagnosis of patients with cancer, issued by the Department of Pathology, Hospital Federal University of Maranhão (HUUFMA), between the years 2000 and 2009. We excluded study of patients with metastatic cancer and those who primary site was unknown. The study sample 2536 patients were diagnosed with cancer performed Pathology Service at the HUUFMA. The project was forwarded to the Ethics in Research and HUUFMA approved with Opinion nº 394/09. The study analyzed 1354 men (53.4%) and 1182 women (46.6%). Among men, the most prevalent primary sites were: prostate (n=310, 22,9%), skin (n=250, 18.5%), stomach (n=167, 12.3%), lung (n=94, 6.9%) and bladder (n=87, 6.5%). Among women, the primary sites most prevalent were skin (n=258, 21.0%), cervix (n=202, 17.0%), thyroid (n=92, 7.7%), colorectal (n=88, 7.4%) and stomach (n=76, 6.4%). In this case series highlights other malignancies, including cancer of the penis. The data analysis allowed to quantify the sites of most common primary cancer in HUUFMA and may thus contribute to implementation of public policies measures aimed at programming at different levels of health care and improving care for all patients assisted by the municipal health network.

Key Words: Cancer, Epidemiology, Cross-Sectional Studies.

 

Endereço para correspondência

Profa. Maria do Desterro Soares Brandão Nascimento

e-mail: cnsd_ma@uol.com.br

 

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)