Edição 213 - Interfaces Celular, Molecular, Imunológica e Terapêutica do Câncer

Naoum, P. C.

 

Resumo

O câncer é uma doença proveniente da proliferação descontrolada de células. Uma simples célula normal produz cerca de 20.000 proteínas diferentes, que estão envolvidas em atividades de reações metabólicas e de sinalizações no citoplasma e no núcleo, e também como estruturas receptoras de membrana. Por meio dessas proteínas, tem sido possível avaliar seus genes codificadores do genoma. Para entender o segredo de muitos tipos de câncer, o presente artigo considerou como suporte uma relevante pesquisa realizada em 2013 em que foram estudados materiais celulares e genéticos de 3.284 tumores. Os resultados mostraram que há 294.881 mutações originadas de 125 genes condutores (mut-drivers), todos já bem identificados. Desses, 71 são genes supressores de tumor e 54 são oncogenes. Mas há, também, os fatores epigenéticos que comprometem cerca de 200 genes ainda não totalmente identificados e que podem causar diversos tipos de câncer. Todas as informações, obtidas das mais recentes publicações, serviram de base para que fossem apresentados, discutido e interfaceados, temas sobre o desenvolvimento de métodos acessíveis para diagnósticos de tumores em sua fase inicial, investigações de oncogenes e genes supressores, processos das vias de sinalização celular, situações paradoxais das funções do sistema imune e alvos moleculares de novos agentes terapêuticos.

Palavras-Chave: Câncer, Células Tumorais, Vias de Sinalização, Oncogenes e Genes Supressores.

 

Summary

Cancer is a disease of uncontrolled cell proliferation. A single normal cell may express 20,000 or more distinct proteins  that are involved in activities of metabolism and signaling in the cytoplasm and nucleus, and as membrane receptors structures. Through these proteins, genes have been evaluated about their importance in the genome-wide sequencing studies. To understand the secret of many types of cancer, the author of this article considered an important scientific research published in 2013 that were analyzed 3,284 tumors. The results showed 294,881 mutations originating in 125 Mut-drivers genes, all very well identified.  Of these, 71 are tumor suppressor genes and 54 are oncogenes. But there are also the epigenetics factors that implicate about 200 unknown cancer genes. These information gave the support for discuss and interfaced the diagnostic methods to detect tumors in initial phases, the investigation of oncogenes and suppressor genes functions, the pathways of cellular signaling, the paradoxical roles of the immune systems during cancer progress and of the molecular targets for new therapeutic agents

Key Words: Cancer, Tumor Cells, Signaling Pathways, Oncogenes, Suppressor Genes.

 

Endereço para correspondência

Dr. Paulo César Naoum

e-mail: a.c.t@terra.com.br

 

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)