Edição 210 - Estudo de um Método Analítico Baseado na Espectrofotometria de Absorção Atômica para Dosagem de Cobre Sérico

Romano, P.; Mendes, M. E.; Ebner, P. de A. R.;  Sant Anna, A.;

Neto, M. P.; Garcia, M. S.; Caldeira, J. C.; Sumita, N. M.

 

Resumo

Objetivo: evoluir a performance do método de espectrofotometria de absorção atômica para a análise de cobre sérico em equipamento PerkinElmer® Corporation, mod. 403, Estados Unidos. Material e métodos: na espectrofotometria de absorção atômica a amostra é atomizada na chama, por meio da qual passa radiação com comprimento de onda adequado a cada elemento a analisar (fonte - lâmpada de cátodo oco). A quantidade de radiação absorvida é uma medida quantitativa da concentração do elemento a ser analisado. A amostra é lançada na chama que atinge temperaturas que variam entre 2100-2300ºC. Um feixe de radiação é emitido por uma lâmpada cujo cátodo é feito do elemento a ser determinado. A radiação por meio da chama passa por um monocromador e atinge o detector. Os átomos livres no estado fundamental absorvem radiação a comprimentos de onda característicos de cada elemento. A redução de energia da radiação é uma medida da quantidade desse elemento na amostra. A validação foi realizada com dois níveis de controle (alto e baixo). O limite de detecção obtido analisando-se 20 vezes uma amostra de soro (cobre de 0,1µg/dL) diluída. O teste de recuperação foi realizado por adição de dois controles de valores conhecidos a cinco amostras concentrações de cobre: 131,69µg/dL e 65,0µg/dL. O Carryover foi avaliado com amostras de 13 e 179µg/dL, intercaladas, totalizando 21 determinações. A precisão intraensaio foi obtida com 20 replicatas de dois níveis de amostras no mesmo dia e em duplicata e a precisão interensaio com 20 replicatas de dois níveis de amostras, durante 20 dias em duplicata. Resultados: o ensaio foi linear até 466,6µg/dL. O limite de detecção foi de 0,01µg/dL em 20 dosagens. A sensibilidade analítica foi de 7,5µg/dL. O CV da precisão intraensaio foi de 2,6 % (DP=1,29) para amostra com concentração de 134,2µg/dL e 1,8% (DP=0,71) for concentração de 75,0µg/dL. O CV da precisão interensaio foi de 2,1 ± 0,27% para amostra de 20,0µg/dL e 2,5% para concentração de 131,0µg/dL. O teste de recuperação para dois níveis de amostras foi de 104% (131,7µg/dL) e de 98% (51,3µg/dL). Carryover foi observado = 0,2 inferior ao erro limite de 1,3. O coeficiente de correlação do método em relação ao equipamento de absorção atômica CG-Max® da Analítica® foi de 0,986. Conclusão: o teste é preciso e eficaz, principalmente em pessoas com doenças crônicas, onde os níveis de cobre sérico estão comprometidos.

Palavras-Chave: Espectrofotometria de Absorção Atômica (AAS), Cobre (Cu), Validação, Precisão, Exatidão.

 

Summary

Objective: the study the performance of the method of atomic absorption spectrometry for the analysis of serum copper in equipment PerkinElmer® Corporation, mod. 403, USA. Material and methods: in Atomic Absorption Spectroscopy Flame the sample is atomized in the flame, through which passes radiation with length appropriate for each analyte (source - hollow cathode lamp) wave. The amount of radiation absorbed is a quantitative measure of the concentration of the element to be analyzed. The reduction of radiation energy is a measure of the amount of this element in the specimen. The radiation beam is emitted by the lamp Whose cathode is made of the element to be determined. The radiation passes through the flame and Reaches the detector monochromator. The validation was performed with two control levels (high and low). The detection limit obtained by analyzing a sample of twenty times saline (0.1 copper µg/dL) diluted. The recovery test was performed by adding 2 controls the known values of 5 samples copper concentration: 131.69µg/dL and 65.0µg/dL. The carryover was assessed on samples of 13 and 179µg/dL, interspersed totaling 21 determinations. The intra-assay precision was obtained from 20 replicate samples of two levels of the same day and in duplicate and the interassay precision of 20 replicates of two levels of samples for 20 days in duplicate. Results: the assay was linear up to 466.6µg/dL. The limit of detection in 20 samples analyzers was 0.01µg/dL dosages. The analytical sensitivity was 7.5µg/dL. The CV of intra-assay precision was 2.6% (SD = 1.29) of sample 134.2µg/dL was 1.8% (SD = 0.71) for concentration 75.0μg/dL. The CV of the interassay precision was 2.1 ± 0.27% for a sample of 20.0µg/dL and 2.5% for concentration of 131.0µg/dL. The recovery test for two levels of samples was 104% (131.7µg/dL) and 98% (51.3µg/dL). Carryover was not observed 0.2 (error limit of 1.3). The correlation coefficient of the method compared to atomic absorption CG-Max® Analytical equipment was 0.986. Conclusion: the test is accurate and effective, especially in people with chronic diseases, where the levels of serum copper are committed.

Key Word: Atomic Absorption Spectrometry (EAS), Cooper (Cu), Validation, Precision, Accuracy.

 

Endereço para correspondência:

Paschoalina Romano

e-mail: p.romano@hc.fm.usp.br

 

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)