Edição 209 - Sorotipos de Salmonella Isolados de Infecções Humanas Associadas a Doenças Transmitidas por Alimentos

Almeida, I. A. Z. C. de

Marques, D. F.

Alves, E. C.

Fernandes, S. A.

Peresi, J. T. M.

 

Resumo

Salmonella é responsável por surtos de doenças transmitidas por alimentos (DTA) em vários países. O objetivo desde estudo foi avaliar a frequência e distribuição de sorotipos de Salmonella isolados de coproculturas associadas à DTA, na região Noroeste do estado de São Paulo, como atribuição do Laboratório de Saúde Pública na divulgação do conhecimento sobre agravos de importância em saúde pública. No período de janeiro de 2000 a dezembro de 2013, foram analisadas 2.805 amostras de fezes provenientes de unidades de saúde de 23 municípios da área de abrangência do Centro de Laboratório Regional do Instituto Adolfo Lutz de São José do Rio Preto - X. Foram caracterizados 20 sorotipos entre as 142 cepas de Salmonella isoladas, sendo S. Enteritidis o mais prevalente com 59,2% dos isolamentos, seguido de S. Infantis (9,2%), S. Newport (4,9%) e S. Typhimurium (4,2%). A contínua vigilância laboratorial da salmonelose permite a caracterização das tendências, reservatórios e vias de transmissão de sorotipos de Salmonella e, ainda, a comparação sobre ocorrência de sorotipos emergentes e dos principais causadores de DTA.

Palavras-Chave: Salmonella; Sorotipos; Doenças Transmitidas por Alimentos.

 

Summary

Salmonella is responsible for outbreaks of foodborne disease (FBD) in several countries. The aim of this study was evaluate the frequency and distribution of Salmonella serotypes isolated from stool cultures associated with foodborne diseases, in the northwest of São Paulo state, as attribution of the Public Health Laboratory in spreading knowledge about public health important diseases. From January 2000 to December 2013, 2,805 stool samples were analyzed from health units in 23 municipalities of the area covered by the Centre Regional Laboratory, Instituto Adolfo Lutz, São José do Rio Preto - X.  Twenty serotypes were characterized among the 142 strains of Salmonella isolated and S. Enteritidis was the most prevalent with 59.2 % of the isolates, followed by S. Infantis (9.2%), S. Newport (4.9%) and S. Typhimurium (4.2%). The continuous laboratory surveillance of salmonellosis allows characterization of trends, reservoirs and transmission modes of Salmonella serotypes and also the comparison about occurrence emerging serotypes and major cause of foodborne diseases.

Key Words: Salmonella, Serotypes, Foodborne Diseases.

 

Endereço para correspondência

Ivete A. Z. Castanheira de Almeida

Rua Alberto Sufredine Bertoni, 2325

15060-020 | São José do Rio Preto/SP

e-mail: iazcalmeida@ial.sp.gov.br

 

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)