Edição 209 - Perfil Epidemiológico de Mulheres com Câncer Cervical no Município de Tianguá/CE

Aguiar, J. T.

Oliveira, C. P. A.

 

Resumo

O câncer cervical é uma das doenças mais prevalentes entre as mulheres no mundo, classificando-se em carcinoma epidermoide ou adenocarcinoma. O presente trabalho avaliou prontuários de todas as pacientes diagnosticadas com a neoplasia no município de Tianguá/CE, por meio de um formulário específico, objetivando traçar o perfil epidemiológico destas mulheres. Verificou-se uma incidência de três casos da neoplasia, onde a idade variava entre 26 e 43 anos, prevalecendo um perfil de mulheres casadas, com renda familiar de 1-3 salários mínimos e escolaridade associada ao primeiro grau incompleto (todos com 66,67% dos casos). Identificou-se o tabagismo, presença de antecedentes familiares com câncer, não realização do exame preventivo e uso de anticoncepcionais orais como fatores de risco, pois se apresentaram na maioria dos casos (66,67%), tendo o HPV como principal destes (100% dos casos onde foi possível o diagnóstico). Não se observou relação entre alcoolismo, Aids e radioterapia com a neoplasia, devido a ausência desses fatores na população estudada. A categoria prevalente foi o carcinoma epidermoide (100%), sendo encontrados os três tipos de epitélios em todas as amostras. Observou-se elevada incidência da neoplasia, demonstrando relação desta com baixo nível socioeconômico e mudanças de estilo de vida, garantindo necessidade de controle da doença.

Palavras-Chave: Câncer Cervical, Epidemiologia, Fatores de Risco.

 

Summary

Cervical cancer is one of the most prevalent diseases among women worldwide, ranking in squamous cell carcinoma or adenocarcinoma. This study evaluated the charts of all patients diagnosed with cancer in the city of Tianguá-CE, through a specific form, aiming to trace the epidemiological profile of these women. There was an incidence of three cases of neoplasia, where the ages ranged between 26 and 43 years, whichever profile of married women with household income of 1-3 minimum wages associated with schooling and schooling (all with 66.67% of cases). We identified smoking, presence of family history with cancer, not the exam and preventive oral contraceptive use as risk factors, as presented in most cases (66.67%), and HPV as the main these (100% of cases where the diagnosis was possible). There was no relationship between alcoholism, Aids and cancer with radiotherapy, because the absence of these factors in the study population. The prevalent class was squamous cell carcinoma (100%) being found all three types of epithelia in all samples. Therefore, there is a high incidence of neoplasm, demonstrating this relationship with low socioeconomic status and lifestyle changes, ensuring a need to control the disease.

Key Words: Cervical Cancer, Epidemiology, Risk Factors.

 

Endereço para correspondência

Juliana Terceiro de Aguiar

e-mail: julianaterceiro@hotmail.com

Carla Patrícia de Almeida Oliveira

e-mail: c.carlafarma@hotmail.com

 

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)