Edição 195- Prevalência de Anemia Ferropriva em Crianças da Creche Antônio de Pádua Barbosa no Município de Resplendor - MG e Fatores de Risco Associados*

 

 

Antunes, L. M. F.

 

Resumo

O objetivo do estudo foi verificar a incidência de anemia ferropriva em crianças da Creche Antônio de Pádua Barbosa no município de Resplendor/MG, por meio de parâmetros bioquímicos e hematológicos: RBC, Hgb, VCM, RDW, histograma de hemácias, e dosagem de ferro sérico. Neste sentido, foi analisada a frequência dos casos de anemia latente (Hgb ≥ 11g/dl e RDW > 15%), anemia evidente (Hgb < 11g/dl) e grupo de referência (Hgb ≥ 11g/dl e RDW ≤ 15%). Verificaram-se também alguns fatores que contribuem para o aumento da incidência de anemia ferropriva como baixo peso ao nascer, amamentação materna, idade, sexo e os aspectos socioeconômicos. Principais resultados: apenas 6,66% das mães analisadas concluíram o ensino médio, 63,33% das famílias a renda mensal não passava de um salário mínimo, e verificou-se que 53,33% das crianças não tinham a presença do pai no lar. Diagnóstico de anemia: 33,33% apresentaram Hgb ≥ 11,0g/dl e RDW ≤15% (referência), 30% apresentaram Hgb ≥ 11,0g/dl e RDW > 15% (anemia latente) e 36,67% apresentaram Hgb < 11,0g/dl (anemia evidente). As crianças que apresentaram baixo peso ao nascer (<2500g), a média de Hgb foi 10,6g/dl e as crianças que nasceram com peso insuficiente (≥ 2500 a 2999g) e peso adequado (≥ 3000g) apresentaram Hgb média 11,2g/dl. Não foi observada relação entre o tempo de amamentação e a anemia.

Conclusões: os parâmetros RDW e histograma de hemácias foram importantes na avaliação da anemia latente, concluindo que a hemoglobina analisada isoladamente não é suficiente para diagnosticar precocemente uma depleção de ferro. O diagnóstico da anemia latente pode contribuir para a prevenção da evolução do quadro anêmico, impedindo por meio de medidas preventivas a instalação de uma anemia evidente.

Palavras-Chave: Anemia Ferropriva, Deficiência de Ferro, Hemoglobina, Ferro.

 

Summary

The objective of this study was to verify the incidence of Iron-Deficiency Anemia in children from Creche Antônio de Pádua Barbosa in Resplendor/MG, trough biochemical and hematological indicators: RBC, Hgb, MCV, RDW, RBC histogram and iron serum dosages. Therefore, it was analysed the frequency of Occult Anemia (Hgb ≥ 11g/dl e RDW > 15%) and Evident Anemia cases (Hgb < 11g/dl) and Reference group (Hgb ≥ 11g/dl e RDW ≤ 15%). It was also analysed the association of risk factors with the incidence of iron-deficiency anemia such as: age, sex, low birth weight, brest-feeeding patern, and socio-economic aspects. Main results: only 6,66% of investigated mothers concluded Hight School studies, 63,33% of investigated families earned an amount of one minimum salary, at their most and 53,33% of children investigated  didn’t have fatherly presence at home. Anemia diagnosis: 33,33% of all children investigated showed Hgb ≥ 11g/dl and RDW ≤ 15% (reference group), 30% showed Hgb ≥ 11g/dl and RDW > 15% (Occult Anemia group), and 36,67% showed Hgb < 11g/dl (Evident Anemia group). On children with low birth weight (<2500g) the median level hemoglobin were 10,6g/dl, and 11,2g/dl in children with insufficient weight (≥ 2500 a 2900g) and appropriate weight (≥ 3000g) the same. We didn’t find association between the presence of anemia and breast-feeding. Conclusions: indicators as RDW and RBC histogram proved be very important to the assessment of Occult Anemia. The median level hemoglobin is not enough to an early diagnosis of iron depletion, when analised alone. Occult Anemia diagnosis can contribute to prevention of Evident Anemia, impeding trough prevent care the evolution of Anemia.

Key Words: Iron-Deficiency Anemia, Iron Depletion, Hemoglobin, Iron.

 

 

Endereço para correspondência:

Ludmila Martins Furtado Antunes

Rua Moraes de Carvalho, 416 - Centro

35230-000 - Resplendor/MG

e-mail: lud_resplendor@hotmail.com

 

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)