Edição 195- Avaliação Parasitológica de Alfaces (Lactuca sativa) Hidropônicas Comercializadas nos Municípios de Bom Jesus do Itabapoana e Itaperuna/RJ

Borges, D. O. da S.

Oliveira, C. G. A. de

 

Resumo

As parasitoses intestinais são muito comuns na população, geralmente associadas às precárias condições sanitárias, sendo as hortaliças um dos principais veículos de transmissão de formas parasitárias de helmintos e protozoários. A alface (Lactuca sativa) se destaca por ser uma das hortaliças mais consumidas de forma in natura, sendo grande responsável pela transmissão de doenças infecciosas provocadas por parasitas intestinais. Sendo assim, este estudo propôs analisar amostras de alfaces (Lactuca sativa), por meio de um sistema hidropônico de cultivo, visando obter um menor índice de contaminação por enteroparasitas. As amostras foram submetidas às análises por dois métodos parasitológicos, HPJ e Faust. Houve maior incidência de contaminação pelo método HPJ tanto nas hortaliças 22 (22%), quanto nas embalagens 20 (100%) e o índice de amostras positivas pelo método de Faust nas hortaliças foi de 7 (7%) e nos sacos plásticos de 12 (60%). O índice de contaminação foi baixo quando comparado a trabalhos de outros autores realizados com a alface não-hidropônica, onde o percentual de contaminação na maior parte das vezes é muito alto.

 

Palavras-Chave: Hortaliças, Helmintos, Protozoários, Contaminação, Parasitoses.

 

Summary

Intestinal parasites are very common among the population, generally associated whit the precarious health conditions, leafy vegetables being one of the main means of transmission of parasitic forms of helminthes and protozoa. The lettuce (Lactuca sativa) stands out for being one of the most consumed fresh leafy vegetables, and this is largely responsible for the transmission of infectious diseases caused by intestinal parasites. So, this study proposes to analyze lettuce samples (Lactuca sativa), through a hydroponic system of cultivation, to obtain a lower contamination rate by endoparasites. The samples were submitted to analysis by two parasitological methods, HPJ and Faust. There was a greater contamination by the HPJ method both in vegetables 22 (22%), as in the packaging 20 (100%) and the index of positive samples by the Faust method in the vegetables were of 7 (7%) and plastic bags of 12 (60%). The contamination index was lower when compared to other authors works realized with non hydroponic lettuce, in which contamination percentage generally is very high.

 

Key Words: Leaf Vegetables, Helminthes, Protozoa, Contamination, Parasites.

 

Endereço para correspondência:

Danielle Oliveira da Silva Borges

e-mail: danielle_osborges@hotmail.com

 

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)