Edição 190 - Estudo sobre a Eficiência do Teste de Fibronectina Fetal na Avaliação do Trabalho de parto prematuro, em Hospitais de Rede Pública

 

Giannichi, R.

Machado, M. I. M.

Borges, T. R.

Zorzeto, S. R. S.

Antonini, E.

 

Resumo

As causas perinatais são responsáveis por altos índices de óbito infantil sendo que boa parte dessas causas são consequências de um nascimento prematuro o que torna urgente a necessidade de combinar métodos para avaliação precoce de um iminente trabalho de parto. A Fibronectina Fetal (fFN) é um marcador bioquímico para o parto prematuro. É uma glicoproteína que é um constituinte normal da matriz extracelular da interface corio-decidual e que pode servir como indicador bioquímico para acompanhamento da situação gestacional. Com o objetivo de avaliar a eficiência do Teste de Fibronectina Fetal para detecção do trabalho de parto prematuro e a viabilidade de sua implantação no Sistema Público de Saúde, foram acompanhados 63 casos com realização do teste qualitativo em mulheres com e sem sinais e sintomas de trabalho de parto que estavam entre a 24ª e 35ª semana gestacional e cujo perfil médico enquadrava-se na proposta do protocolo de justificativa para uso do teste. Os resultados apontaram que o teste para detecção da presença de fFN na secreção cervico-vaginal pode somar na avaliação do trabalho de parto prematuro considerando-se a margem de segurança oferecida entre a realização do teste e a necessidade de retorno à Unidade Hospitalar, o que, além de gerar conforto à gestante (pois aguarda em seu domicílio), pode resultar em economia para o Sistema quando contabilizados os gastos envolvidos na internação.

 

Palavras-Chave: Fibronectina Fetal, Indicador Bioquímico, Trabalho de Parto Prematuro.

 

Summary

The high prevalence of neonatal morbidity and mortality is  associated with several perinatal causes and the main one is the prematurity. Based on this fact, it is urgently and necessary the early identification of pregnant women at high risk for premature delivery and this seems to be best approach for effective prevention. Fetal Fibronectin (fFN) is a biochemical markers of premature labor. It is a glycoprotein constituent of the extracelullar matrix of the choriodecidual interface. This study have an objective aim of the evaluate the efficiency of the Fetal Fibronectin Test for detection of preterm labor and feasibility of its implementation in Public Health System. Were followed up 63 cases of realization of qualitative test in women with and without signs and symptoms of labor who were between 24 and 35 weeks pregnant, and whose medical profile framed in the proposed protocol justification for using the test. The results showed that the test for the presence of fFN in cervicovaginal can add in the evaluation of premature labo r considering the safety margin provided between the test and need to return to the Hospital Unit, which also bring tranquility and comfort to pregnant women avoiding hospitalization and unnecessary intervention. This result in savings to the health system.

 

Key Words: Fetal Fibronectin, A Biochemical Indicator, Preterm Labor.

 

Contato:

Hospital Maternidade Interlagos “Waldemar Seyssel - Arrelia”

Núcleo Laboratorial

Rua Leonor Alvim, 211

04802-190 - São Paulo/SP

e-mail: hminterlagos@hminterlagos.com.br