Gestão de Qualidade

LAES&HAES - Edição 235 - outubro | novembro 2018

por Maria Elizabete Mendes

 

Qualidade deve ser uma atitude no laboratório clínico!

 

As atitudes correspondem a comportamentos habituais em situações diversas, mediante certos estímulos, que se manifestam através de reações repetidas, consistindo em um sistema de valores e crenças estáveis ao longo do tempo. As atitudes modificam os resultados dos processos, adequando-os aos planos e às metas estabelecidos.

A educação contribui para a formação de atitudes favoráveis ao equilíbrio e ao desenvolvimento das boas práticas dentro do mercado laboratorial. O programa de treinamento voltado para a qualidade beneficia o mercado de trabalho porque melhora os padrões profissionais do treinando; propiciando aproveitamento das aptidões, maior estabilidade, confiança no mérito, dignificação do trabalho e elevação do moral. Deste modo, verifica-se a importância de se ter laboratórios clínicos e pessoas em constantes desafios para aprenderem mais.

Contato:

m.mendes@hc.fm.usp.br

 

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)