Edição 236 - Prevalência de Cryptococcus Neoformans nas fezes de pombos em logradouros da cidade de Goiânia-GO

Nunes, Julianna Zago
Pereira, Karina Justino
Cardoso, Alessandra Marques
Maia, Débora Lemos Maldi

RESUMO

O Cryptococcus neoformans é um fungo transmitido por via inalatória, sendo oportunista e sistêmico, capaz de elevar a mortalidade, principalmente em pacientes imunocomprometidos. Este fungo possui duas variedades de importância médica, a var. neoformans, mais comumente isolada de áreas urbanas e principal causa de criptococose, e a var. gatti com maior concentração em áreas de plantações e florestas, sendo mais raramente causadora de infecção. No presente estudo, foram selecionados 19 locais para a realização da coleta de fezes de pombos na cidade de Goiânia-GO. Os locais selecionados possuíam duas características em comum, a grande concentração de pombos e o intenso fluxo de pessoas. Das 19 amostras coletadas, em oito (42,1%) foi isolado C. neoformans, em 10 (52,6%) houve crescimento de fungos contaminantes do ambiente e em uma (5,3%) amostra houve desenvolvimento colonial compatível, porém sem a confirmação da presença de Cryptococcus spp. Diante dos resultados, é importante ressaltar a possibilidade da população contrair a infecção por este fungo e a necessidade do controle destas aves no ambiente urbano.

PALAVRAS CHAVES: Cryptococcus, Criptococose, Pombos.


SUMMARY


Neoformans is an inhaled, opportunistic and systemic fungus that affects and elevates mortality, especially in immunocompromised patients. This fungus has two varieties of medical importance, var. neoformans most commonly isolated from urban areas and as the main cause of Cryptococcosis, and var. gatti with higher concentration in areas of plantations and forests, being more rarely the cause of the infection. In the present work, 19 distinct sites were selected for the collection of pigeon feces in the city of Goiânia-GO. The sites selected had two characteristics in common, the great concentration of pigeons and the intense flow of people. Of the 19 samples collected, eight (42,1%) were isolated Cryptococcus neoformans, in 10 (52,6%) other types of fungi were isolated but showed negative results for Cryptococcus spp., and finally, one (5,3%) the presence of a fungus with macro-morphological characteristics similar, however, without confirmation of it. In view of the results, it is important to emphasize the possibility of the population to contract the infection by this fungus and the need to control these birds in the urban environment.

KEY WORDS: Cryptococcus; Cryptococcosis; Pigeons.

Contato:
Profa. Alessandra Marques Cardoso
e-mail: alemarquespuc@gmail.com


(Veja esse artigo completo na íntegra na revista LAES&HAES)