Edição 192- Avaliação "In Situ" da Presença de Células Dendríticas e T Citotóxicas em Lesões de Alto e Baixo Grau em Pacientes HPV Infectadas

 

Almeida, F. G. de       

Tozetti, I. A.

Scapulatempo, I. D. L.

Falcão, G. R.

Cassandri, F.

Alves, D. B.

Ferreira, A. M. T.

Fernandes, C. E.

 

Resumo

O presente estudo aborda os efeitos que o Papilomavírus Humano (HPV) pode causar nas pacientes infectadas, no que diz respeito a sua resposta imune, sendo que o predomínio de linfócitos T e a presença de células apresentadoras de antígeno correspondem a um bom prognóstico, pois geralmente nesses casos há regressão das lesões e consequente cura da paciente. Este trabalho objetivou detectar a presença de células T citotóxicas e células dendríticas empregando a técnica de imunohistoquímica em cortes histológicos de 20 amostras de cérvice uterina de pacientes com lesão de alto e baixo grau, tendo como anticorpos primários anti-CD8 e anti-S-100 e como sistema de detecção secundária o kit LSAB plus (Dako). A análise microscópica das lâminas demonstrou que a quantidade de células S100+ foi proporcional ao grau da lesão e à carga viral encontradas nas pacientes (p<0,05), sugerindo o não controle pelo sistema imune da infecção em sua fase inicial. Quanto às células CD8+, não foi encontrada relação estatisticamente significativa provavelmente devido à característica viral de inibição ou retardo na ativação imunológica.

Palavras-Chave: Papilomavírus Humano, Resposta Imune, Imunohistoquímica.

 

Summary

The present study broach the effects that the human papillomavirus (HPV) can cause in the infected patients, as far as their immune response is concerned, seeing that the T-lymphocytes predominance and the antigen presenting cells presence correspond to a good forecast, because generally in this cases there is the regression of the lesions and the consequent cure of the patient. This work purposed to detect the T-cytotoxic cells and dendritic cells presence making use of the immunohistochemistry technique in histological cuts of 20 samples of patients cervix with lesions of high and low risks, taking as secondary antibody the kit LSAB plus (Dako). The blades microscopy analyze demonstrated that the S100+ cells quantity was proportional to the lesion degree and the viral load found in the patients (p<0,05), suggesting the non-control of the initial stage infection by the immune system. Concerning the CD8+ cells, statistically significant relation were not found probably due to the viral characteristic of inhibition or backwardness in the immunological activation.

Key Words: Human Papillomavirus, Immune Response, Immunohistochemistry.

 

Endereço para correspondência:

Profª Inês Aparecida Tozetti

e-mail: tozetti@nin.ufms.br

 

(Veja esse artigo na íntegra na revista LAES&HAES)